Governo dos Açores - Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura - Direção Regional da Cultura

janeiro • junho • 2018 • N.º8

Ano Europeu

Património Cultural

A presente edição da CulturAçores - Revista de Cultura recolhe testemunhos, opiniões, experiências e realidades que, no âmbito do Ano Europeu do Património Cultural, assinalado em 2018, repensam o património, a cultura e a sociedade.

Encomendar/Subscrever

Salvaguarda, acesso e consciencialização

Potenciar a afirmação cultural

Editorial: Nuno Ribeiro Lopes|Diretor Regional da Cultura

(...) A realidade arquipelágica transporta em si um grau maior de dificuldade na gestão deste território. Este facto, independentemente do que já adquirimos e absorvemos, compromete-nos a estar sempre alerta e disponíveis para aprender, não só com a assunção dos nossos problemas, mas também com o conhecimento dos bons e maus exemplos dos outros.(...)

 

Encomendar/Subscrever

Iniciativas e eventos da Direção Regional da Cultura

O Ano Europeu do Património Cultural nos Açores

Texto: Helena Martelo|Direção Regional da Cultura

Fotos: Direção Regional da Cultura

A Direção Regional da Cultura desenvolveu, para 2018, um conceito comunicacional identitário regional, pelo qual as pessoas, residentes e turistas, são convidadas a explorar o património cultural no território, incentivando, também, a um debate alargado na comunidade, através do desenvolvimento de um trabalho colaborativo com os diversos parceiros regionais.

Encomendar/Subscrever

Algumas reflexões

Património cultural e desenvolvimento sustentável

Texto e fotos: Clara Bertrand Cabral|Comissão Nacional da UNESCO

A relação entre património cultural e desenvolvimento sustentável só muito recentemente começou a ser aprofundada, sendo as orientações da UNESCO sobre esta matéria, adotadas no contexto das convenções patrimoniais, contributos importantes para a reflexão e a ação.

Encomendar/Subscrever

Um Ano Europeu para

Re-situar o património e a cultura na sociedade

Texto: Manuel Lacerda|Coordenador do Grupo de Trabalho do Ano Europeu do Património Cultural|Direção-Geral do Património Cultural

A instituição de um Ano Europeu dedicado ao património cultural é a resposta à necessidade de dar visibilidade a um setor que deve ser transversal a todos os domínios da sociedade, contribuindo para reforçar a história e os valores comuns europeus, dando uma especial importância ao papel das comunidades e à participação dos cidadãos.

Encomendar/Subscrever

Revitalização patrimonial

A importância da estruturação programática em património cultural

Texto e imagens: Catarina Valença Gonçalves*|Historiadora de Arte e Directora-geral da Spira – Agência de Revitalização Patrimonial

A intervenção programática em património cultural em Portugal é, usualmente, efémera e circunstancial: ocorre, na maior parte das vezes, por motivo de uma celebração – internacional, nacional, da história do próprio monumento ou, ainda, percepcionando o monumento como mero espaço de eventos – e, de forma menos frequente, de uma vontade de posicionamento do monumento em si mesmo, quer no campo da cultura, quer no campo da dinâmica local, regional, nacional ou internacional.

Encomendar/Subscrever

Aqueologia subaquática na Macaronésia

Projeto Margullar

Texto: Direção Regional da Cultura

O projeto "Património e Turismo Arqueológico Subaquático na Macaronésia, Margullar", aprovado no âmbito do Programa Operativo de Cooperação Territorial (Interreg V-A) Espanha-Portugal (Madeira-Açores-Canárias), com cofinanciamento do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) da União Europeia, promoveu, em Angra do Heroísmo, a 5 e 6 de abril, as "III Jornadas Transnacionais de Trabalho".

Encomendar/Subscrever

Roteiro do Património Subaquático dos Açores

Uma experiência de turismo sustentável

Texto: José Luís Neto|DRC|DSP|Chefe da Divisão do Património Móvel, Imaterial e Arqueológico

(...) Disperso pelas águas dos mares dos Açores repousa cerca de um milhar de naufrágios registados documentalmente. Estes, narrativas individualizadas de desastres marítimos, constituem cápsulas de épocas que, como numa máquina do tempo, permitem o acesso a eras pretéritas, de cuja história são testemunhas.(...)

Encomendar/Subscrever

No quadro da Arqueologia Portuguesa

A atividade arqueológica subaquática

Texto: Jacinta Bugalhão|Direção-Geral do Património Cultural|UNIARQ – Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa|Centro de Estudos de Arqueologia, Artes e Ciências do Património

Encomendar/Subscrever

A caminho da Índia?

Vida a bordo nas naus portuguesas

Texto e Fotos: Tânia Manuel Casimiro|Instituto de História Contemporânea/Instituto de Arqueologia e Paleociências – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas|Universidade Nova de Lisboa

(...) Existem listas das cargas de algumas armadas. A maior preocupação era a água carregada em barris e diversos recipientes apelidados de louça de água.(...)

Encomendar/Subscrever

Açores

Arqueologia no Porto de Angra do Heroísmo

Texto: Catarina Garcia|Universidade Nova de Lisboa e Universidade dos Açores

(...) Os trabalhos da CAA levados a cabo na ilha Terceira, e em específico em Angra, ultrapassaram largamente as expetativas iniciais, tendo a compilação de dados revelado um acréscimo de mais de uma centena de ocorrências, das quais 30 foram classificadas como sendo vestígios arqueológicos, em que 4 são correspondentes à identificação de novos contextos de naufrágio; os restantes classificaram-se como achados isolados ou potenciais indícios de naufrágio, necessitando de uma análise mais pormenorizada. (...)

Encomendar/Subscrever

Arqueologia no Porto da Horta, ilha do Faial

Um balanço

Texto: José Bettencourt*|Centro de Investigação em Estudos Regionais e Locais da Universidade da Madeira|Centro de Estudos Humanísticos da Universidade dos Açores

(...) Em suma, o acompanhamento arqueológico permitiu preservar e alargar consideravelmente o nosso conhecimento sobre o património cultural subaquático da Baía da Horta (...).

Encomendar/Subscrever

III Jornadas do Projeto Margullar

Arqueologia no Porto de Ponta Delgada

Texto: N’Zinga Oliveira|Centro de História de Além-Mar

Falar do porto de Ponta Delgada é falar de um complexo portuário que envolveu e envolve estruturas de acesso a pessoas e mercadorias, numa faixa ao longo da linha da costa sul da Ilha de São Miguel. Ou seja, um conjunto de postos de entrada e saída de pessoas, mercadorias e serviços.

Encomendar/Subscrever

O turismo e o património arqueológico subaquático

Arqueologia Subaquática em Lanzarote

Texto: Rita Marrero Romero|Arqueóloga Subaquática e Técnica do Património Cultural em Lanzarote

Tradução: Noelia Garciolo de Haro|DRC|DSP|Divisão do Património Móvel, Imaterial e Arqueológico

As descobertas subaquáticas realizadas até hoje nas diferentes regiões de Lanzarote, e as abundantes referências históricas e documentais, são testemunho da grande riqueza e potencial que esse tipo de património possui, não apenas para fornecer informação relevante que permita um melhor conheciwmento dos factos, processos históricos e socioculturais, os quais são as chaves para compreender a evolução histórica da sociedade da ilha, mas também para gerar um desenvolvimento local sustentável, através do seu valor como um recurso turístico-cultural.

Encomendar/Subscrever

Projeto Margullar

As rotas comerciais e o património cultural subaquático cabo-verdiano

Texto: Carlos de Carvalho|Instituto do Património Cultural de Cabo Verde

Tentaremos, neste curto texto, resumir a história das ilhas e como o comércio transcontinental da época dos "Descobrimentos" ajudou a construir o património cultural subaquático cabo-verdiano, que o projeto Margullar pretende ajudar a preservar.

Encomendar/Subscrever

O Património cultural subaquático

Nova oferta turística no Senegal

Texto e Fotos: Moussa Wele|Consultor de Património Cultural Subaquático na Direção Regional do Património Cultural do Senegal

Tradução: Valdeci Purim |DRC|DSP|Divisão do Património Móvel, Imaterial e Arqueológico

Encomendar/Subscrever

Notas sobre os caminhos de uma rede que nasce

Esta rede, eu quero!

Texto: Francisco Maduro-Dias|Coordenador da Comissão Executiva da Rede de Museus e Coleções Visitáveis dos Açores

Fotos: Cristina Brum

[Rede visa a (...)] preservação, valorização, conhecimento, partilha e divulgação do património móvel existente nos Açores.

Encomendar/Subscrever

Desafio Três Perguntas

Pensar a Cultura d(n)os Açores

Respostas:

Rogério Massa|Cesário Pereira|Cândida Almeida

Encomendar/Subscrever

70 anos

O Arquivo de Angra na valorização do património cultural

Texto: Cláudia Cardoso|Diretora da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro

Fotos: Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro

(...) Na sociedade atual os arquivos públicos assumem a imprescindível função de recolher, custodiar, preservar e conservar acervos originários de instituições públicas e privadas, pessoais e familiares e sustentam-se em vários suportes, entre os quais, o pergaminho, o papel, o audiovisual e recentemente o digital. A promoção e divulgação do seu património, à sua guarda, junto dos utilizadores, confere-lhe o cumprimento do dever de se projetar junto da comunidade onde se insere.(...)

Encomendar/Subscrever

Nova Aplicação Móvel ?Agenda Açores?

Agenda Cultural dos Açores mais próxima e acessível

Texto: Humberta Augusto|Direção Regional da Cultura

Fotos: Direção Regional da Cultura

Criada em inícios de 2011, e melhorada para a sua atual versão em 2014, a Agenda Cultural Açores – que agora está acessível para consulta em smartphones e tablets, através da app "Agenda Açores" – possui características inovadoras, uma vez que funciona em plataforma de partilha e programação conjunta entre a tutela e os agentes culturais.

Encomendar/Subscrever

No Centro de Artes Contemporâneas dos Açores

Geometria Sónica

Texto: Fátima Marques Pereira|Diretora do Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas

Fotos: Rui Soares|Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas

Geometria Sónica é um projeto marcadamente desenhado pela residência artística, sustentada por uma investigação, através de um património audiovisual único, que nos leva a uma produção artística expositiva e performativa. Os artistas deste projeto têm estado a trabalhar a partir de um dos grandes arquivos sonoros e visuais do século XX de Portugal, o Arquivo Audiovisual da RTP. Nuno Faria e Nicolau Tudela foram os curadores convidados pelo Arquipélago.

 

Encomendar/Subscrever

Geometria Sónica|?Exposição ? Índice?

Energia ? frequência ? forma

Texto: Nuno Faria|Curador

Fotos: Rui Soares|Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas

"Exposição – Índice" apresenta o elenco de artistas que, no âmbito do projeto Geometria Sónica, trabalha a partir do contexto institucional do Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas em diferentes plataformas físicas e conceptuais. Ao longo de cerca de um ano estes treze artistas têm estado envolvidos com o Arquipélago, a Ribeira Grande e a Ilha de São Miguel num projeto amplo e complexo que articula três entidades distintas – território, arquivo, espaço expositivo – e que se declina em várias dimensões do processo criativo, tais como, residência, investigação, produção, exposição, performance.

Encomendar/Subscrever

Geometria Sónica

Arquivar

Texto: Nicolau Tudela|Curador

(...) Mergulhar no universo e património da RTP, revisitar as reservas na sua existência pré-digital e os registos audiovisuais de radio e televisão abrem e sublinham a importância da RTP por introduzir discursos artísticos nas programações dos seus canais, bem como estimular a experimentação no campo das artes em televisão. (...)

Encomendar/Subscrever

No Museu Carlos Machado

Imagem,Identidade e Turismo

Texto: Catarina Melo Antunes|DRC|Museu Carlos Machado

Fotos: António Pacheco|DRC|Museu Carlos Machado

Na Ilha construímos uma trama. Na llha cruzamos os tempos, os contextos, as pessoas e os objetos. Fragmentos esfacelados de outros lugares que aqui regressaram, também, para habitar a memória.

Encomendar/Subscrever

Museu Francisco de Lacerda

Chavão: marcador de pão e de histórias

Texto: Catarina Dias da Rosa|DRC|Museu Francisco de Lacerda

Fotos: Aldora Brasil e Catarina Dias da Rosa|DRC|Museu Francisco de Lacerda

Inaugurada a 29 de maio, a exposição Chavão – Marcador de pão e de histórias, patente até 30 de setembro no Museu Francisco de Lacerda, na Calheta, em São Jorge, destaca e particulariza a importância deste objeto que marcou a comunidade local.

Encomendar/Subscrever

Formação de Serviços Educativos de Museus e Bibliotecas

Ver e dar a ver

Texto: Margarida Mestre e Sofia Cabrita|Formadoras*

Fotos: Direção Regional da Cultura

Ser mediador é também ser educador e, para além disso, é ser aquele que estimula modos de ver e de olhar. De que modo podem as práticas artísticas teatrais contribuir para o exercício da mediação? Podemos passar pelas experiências sem nos determos nelas e podemos também descobrir infinitas formas de ver, de aprender, de inventar, de estabelecer comunicação. Podemos, para comunicar, usar o corpo e a voz com a consciência de que são ferramentas criativas, que podem ser motores para (re)criar novos modos de ver.

 

Encomendar/Subscrever

Através da Direção Regional da Cultura

Obras e autores açorianos na 88.ª Feira do Livro de Lisboa

Texto e Fotos: Direção Regional da Cultura

A Direção Regional da Cultura voltou a marcar presença na 88.ª edição da Feira do Livro de Lisboa, que decorreu de 25 de maio a 13 de junho, no Parque Eduardo VII, numa iniciativa da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros.

Encomendar/Subscrever

Projeto Lira Açoriana 2015/2016

Jovens açorianos distinguidos com prémios de formação

Texto: Humberta Augusto|Direção Regional da Cultura

Sabrina Aguiar e Sérgio Cabral foram os dois jovens músicos açorianos distinguidos com os prémios "Melhor Músico" e "Músico Revelação", respetivamente, no âmbito do Projeto Lira Açoriana 2015/2016, promovido pela Direção Regional da Cultura.

Encomendar/Subscrever

Fotorreportagem

Temporada Artística 2018

Texto: Direção Regional da Cultura

No âmbito da Temporada Artística 2018 e do Ano Europeu do Património Cultural, a Secretaria Regional da Educação e Cultura, através da Direção Regional da Cultura, promoveu diversas iniciativas em diferentes ilhas açorianas.

Encomendar/Subscrever

Menos é Mais

Refletir a edificação em conforto e qualidade ambiental

Texto: J. Raimundo Mendes da Silva|Engenheiro Civil|Professor Associado da Universidade de Coimbra; João Malça|Engenheiro Mecânico|Professor Adjunto do Instituto Politécnico de Coimbra; Ricardo Almeida|Engenheiro Civil|Professor Adjunto do Instituto Politécnico de Viseu

A procura de um ambiente seguro e confortável tem sido uma das principais preocupações da humanidade.

Encomendar/Subscrever

Edições - Direção Regional da Cultura

Sete Cidades, Para Além da Paisagem

Texto: Maria Emanuel Albergaria|Coordenadora da edição|DRC|MCM

Fotos: António Pacheco|DRC|Museu Carlos Machado

Este livro e este mapa constituem um dos resultados do projeto "Sete Cidades, Para Além da Paisagem". Este projeto teve a sua génese na ação do Museu Móvel do Museu Carlos Machado e visou, sobretudo, aprofundar o conhecimento sobre uma comunidade específica, tendo nós, para tal, eleito as Sete Cidades.

 

Encomendar/Subscrever

Edições - Direção Regional da Cultura

A Ilha do Corvo que Venceu os Piratas

Texto: Andreia Silva|Co-coordenadora do Projeto Ecomuseu do Corvo e José Ruy|Artista Gráfico

Desenhos: José Ruy e Fotografias: Bárbara Proença

Com base num documento histórico do século XVII, que narra a resistência dos corvinos a um ataque de piratas, José Ruy imaginou uma história que integrou contribuições das pessoas do Corvo, tornando-se uma aventura partilhada que consciencializa para a valorização do património e cultura locais.

Encomendar/Subscrever