Governo dos Açores - Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura - Direção Regional da Cultura

2º Campeonato Regional em Botes Baleeiros Açorianos

  • Outros/Others
  • Praia Formosa
  • 2017-07-08 até 2017-07-09

Campeonato regional de botes baleeiros - tradição, memória e identidade

A recuperação do património baleeiro móvel dos Açores – botes e lanchas de reboque –, iniciada nos finais dos anos 90, constitui-se como um exercício de lucidez política e cultural, e de reconhecimento da importância do mar e dos barcos na nossa vivência insular. Deve ser considerada como, provavelmente, o mais emblemático projeto de reabilitação patrimonial, ao serviço das comunidades, realizado nos últimos anos em Portugal. 

As regatas de botes baleeiros açorianos, como forma de celebração da nossa relação épica e mítica com o mar e com as baleias, remontam ao período da baleação. Realizavam-se em alguns portos baleeiros, associadas, sempre, a momentos festivos e comemorativos. A Visita Régia, em 1901, à cidade da Horta, foi celebrada com a realização de uma regata de botes baleeiros, facto que atesta a importância destas competições nestes contextos celebrativos.

Hoje, marcadas por uma forte dimensão cultural, desportiva, lúdica, turística e de educação ambiental, constituem uma imagem de marca da cultura açoriana. 

Considerando que é do superior interesse da Região consolidar esta prática desportiva em todas as ilhas, bem como aprofundar a dimensão regional de todo o movimento de recuperação e reutilização deste património baleeiro, entendeu a Direção Regional da Cultura promover e apoiar a realização anual de um Campeonato Regional de Botes Baleeiros, nos Açores.

Em 2016, com caráter inédito e em modelo inaugural, as provas decorreram na ilha das Flores. Estiveram presentes embarcações (treze botes e duas lanchas de reboque) e companhas de toda a Região, numa manifestação rara de afirmação identitária do todo regional. 

Este ano, a 2ª edição do Campeonato Regional de Botes Baleeiros, à Vela e Remo, decorrerá nos dias 8 e 9 de julho, na ilha de Santa Maria. Provenientes de 8 ilhas, estarão presentes doze botes, duas lanchas de reboque e cerca de cento e quarenta e quatro participantes nas modalidades de vela, remo masculino e remo feminino.

O património assume, assim, a sua condição de coisa viva, propriedade legítima da comunidade. Estimula saberes, experiências, aprendizagens e a coesão intergeracional, ligando o Arquipélago. 

Saibamos, todos juntos, aproveitando esta liturgia da memória baleeira, refundar o presente e construir o futuro, sobre o lastro de um passado que nos orgulha, nos identifica e nos internacionaliza no mundo.

CONTACTOS PROMOTOR:

Palacete Silveira e Paulo
Rua da Conceição
9700-054 Angra do Heroísmo
Terceira . Açores . Portugal

Telefone: (+351) 295 403 000
Fax: (+351) 295 403 001 / 403 071

Correio Eletrónico:
drac.info@azores.gov.pt
drac.cca@azores.gov.pt - Centro de Conhecimento dos Açores

Ilha: Santa Maria
Concelho: Vila do Porto
Sítio: http://www.culturacores.azores.gov.pt/

Pesquisa

   
     

Em Foco:

A Agenda Cultural do portal Cultura Açores pretende facultar ao público o acesso à informação sobre os acontecimentos de carácter cultural em todas as ilhas dos Açores ou promovidos pelos Açores, no exterior do arquipélago.

Prestaremos um serviço sistematicamente mais eficaz, quanto maior for o número de agentes culturais a disponibilizarem informação sobre as atividades que promovem, contribuindo para a divulgação e promoção do calendário de eventos culturais dos Açores.

A Agenda Cultural dos Açores está à disposição de todos os promotores culturais, de forma acessível e gratuita. Para utilizar esta agenda, como meio de divulgação, contacte-nos através do e-mail agenda.cultural@azores.gov.pt ou do telefone nr. 295 403 000 (Direção Regional da Cultura - Centro de Conhecimento dos Açores).

A Secretaria Regional da Educação e Cultura/Direção Regional da Cultura não se responsabiliza pelas alterações, adiamentos ou cancelamentos de eventos divulgados através da Agenda Cultural dos Açores, que decorram de imprevistos e/ou incumprimento por parte dos promotores na atualização da informação sobre os mesmos.