Governo dos Açores - Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura - Direção Regional da Cultura

Orquestra Gulbenkian | Temporada Artística 2019

  • Música/Music
  • Auditório do Ramo Grande
  • 2019-09-21 às 21:30

No âmbito da Temporada Artística 2019, a Secretaria Regional da Educação e Cultura, através da Direção Regional da Cultura, em parceria com o Teatro Micaelense e a Cooperativa Praia Cultural, promove, nos próximos dias 19 e 20 de setembro, no Teatro Micaelense, em Ponta Delgada, e no dia 21 de setembro, no Auditório do Ramo Grande, na Praia da Vitória, sempre pelas 21h30, a realização de três concertos pela Orquestra Gulbenkian, para os quais estarão disponíveis bilhetes para venda já a partir do próximo dia 9 de julho.

Nos três concertos, a Orquestra Gulbenkian será dirigida pelo Maestro José Eduardo Gomes, integrando também o elenco André Gaio Pereira (violino), no dia 19, Ricardo Ramos (fagote), no dia 20, e Cristina Ánchel (flauta), no dia 21. O programa dos três espetáculos incluirá como repertório peças de Rossini, Mendelssohn-Barthóldy, Beethoven, Bach e Mozart.

Para os concertos no Teatro Micaelense, os bilhetes estão disponíveis, de terça a sábado, das 14h00 às 19h00 e, nos dias dos espetáculos, das 16h30 às 21h30, podendo também ser adquiridos online, em www.bol.pt.

Para o concerto no Auditório do Ramo Grande, os bilhetes estão disponíveis, na Academia de Juventude e das Artes da Ilha Terceira, de segunda a sexta-feira, das 09h00 às 17h00, na Bilheteira do Auditório do Ramo Grande, no dia do espetáculo, das 19h30 às 21h30, e online, em www.ticketline.sapo.pt.

Ao longo de mais de cinquenta anos de atividade, a Orquestra Gulbenkian (denominação adotada desde 1971), de início apenas com doze elementos, tem sido progressivamente alargada, contando hoje com um efetivo de sessenta instrumentistas, que pode ser pontualmente expandido de acordo com as exigências de cada programa de concerto. Esta constituição permite-lhe interpretar um amplo repertório que se estende do Barroco até à música contemporânea. A Orquestra Gulbenkian conta com Lorenzo Viotti como Maestro Titular.

Tendo já efetuado digressões pela Europa, Ásia, África e Américas, a Orquestra Gulbenkian, em cada temporada, realiza uma série regular de concertos no Grande Auditório Gulbenkian, em Lisboa, atuando também com frequência noutros palcos em diversas localidades do país, cumprindo desta forma uma significativa função descentralizadora.

Programa do dia 21 de setembro, Auditório do Ramo Grande

Consulte também

Programa do dia 19 de setembro, Teatro Micaelense

Programa do dia 20 de setembro, Teatro Micaelense

 

CONTACTOS PROMOTOR:

Palacete Silveira e Paulo
Rua da Conceição
9700-054 Angra do Heroísmo
Terceira . Açores . Portugal

Telefone: (+351) 295 403 000
Fax: (+351) 295 403 001 / 403 071

Correio Eletrónico:
drac.info@azores.gov.pt
drac.cca@azores.gov.pt - Centro de Conhecimento dos Açores

Ilha: Terceira
Concelho: Praia da Vitória
Sítio: http://www.culturacores.azores.gov.pt/default.aspx

Pesquisa

   
     

//and this too!

Em Foco:

A Agenda Cultural do portal Cultura Açores pretende facultar ao público o acesso à informação sobre os acontecimentos de carácter cultural em todas as ilhas dos Açores ou promovidos pelos Açores, no exterior do arquipélago.

Prestaremos um serviço sistematicamente mais eficaz, quanto maior for o número de agentes culturais a disponibilizarem informação sobre as atividades que promovem, contribuindo para a divulgação e promoção do calendário de eventos culturais dos Açores.

A Agenda Cultural dos Açores está à disposição de todos os promotores culturais, de forma acessível e gratuita. Para utilizar esta agenda, como meio de divulgação, contacte-nos através do e-mail agenda.cultural@azores.gov.pt ou do telefone nr. 295 403 000 (Direção Regional da Cultura - Centro de Conhecimento dos Açores).

A Secretaria Regional da Educação e Cultura/Direção Regional da Cultura não se responsabiliza pelas alterações, adiamentos ou cancelamentos de eventos divulgados através da Agenda Cultural dos Açores, que decorram de imprevistos e/ou incumprimento por parte dos promotores na atualização da informação sobre os mesmos.