Governo dos Açores - Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura - Direção Regional da Cultura

Exposição “Perdidamente – Florbela Espanca (1894-1930)”

  • Exposições/Exhibitions
  • Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro
  • 2019-03-08 até 2019-04-06

Exposição “Perdidamente – Florbela Espanca (1894-1930)”

 

Data: 8 de março a 6 de abril

Hora: Horário de funcionamento da Biblioteca

Local: Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luísa da Silva Ribeiro

Público-alvo: Público escolar e público em geral

Assinalando-se este ano os 125 anos do nascimento de Florbela Espanca, a Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro em parceria com a Sociedade Portuguesa de Autores, promove a exposição “Perdidamente – Florbela Espanca (1894-1930)”.

Criada pela Sociedade Portuguesa de Autores em 2010, para assinalar os 80 anos do falecimento da escritora, esta exposição apresenta um conjunto de 23 painéis onde é possível percorrermos a vida e obra de Florbela Espanca e percebermos como a poetisa foi inspiradora para tantos artistas, músicos e escritores.

 

Florbela Espanca nasceu em Vila Viçosa, a 8 de dezembro de 1894. Em 1903 escreve a sua primeira poesia de que há conhecimento, «A Vida e a Morte», revelando precocidade e anunciando, desde já, a opção por temas que, mais tarde, virá a abordar de forma mais complexa. Em 1907, Florbela aponta os primeiros sinais da sua doença, a neurastenia.

Desde menina vive de forma intensa e dramática. Serão sempre as emoções, os sentimentos, matéria da sua poesia, escrita intuitiva e reveladora do mais íntimo de si.

Desgostos na vida teve muitos. No amor, três casamentos, dois divórcios e muitos enamoramentos falhados. Depois, a morte inesperada e violenta do irmão.

Em 1915 inicia o seu caderno «Trocando Olhares», que completa ao longo de cerca de um ano e meio. Colabora com a revista «Modas e Bordados», e os jornais «O século», «D. Nuno», «Notícias de Évora» e «Portugal Feminino». Em junho de 1919, depois de alguma correspondência trocada com Raul Proença, sai a lume o «Livro de Mágoas». No ano seguinte inicia «Claustro das Quimeras» e em 1923 publica «Livro de Soror Saudade» e em 1925 «As Máscaras do Destino».

Em Matosinhos, a 8 de dezembro, dia do nascimento, Florbela suicida-se.

CONTACTOS PROMOTOR:

Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro
Rua do Morrão, 42
9700-054 Angra do Heroísmo
Telefone: 295 401000
Fax: 295 401009

Ilha: Terceira
Concelho: Angra do Heroísmo
Sítio: http://www.bparah.azores.gov.pt

Pesquisa

   
     

//and this too!

Em Foco:

A Agenda Cultural do portal Cultura Açores pretende facultar ao público o acesso à informação sobre os acontecimentos de carácter cultural em todas as ilhas dos Açores ou promovidos pelos Açores, no exterior do arquipélago.

Prestaremos um serviço sistematicamente mais eficaz, quanto maior for o número de agentes culturais a disponibilizarem informação sobre as atividades que promovem, contribuindo para a divulgação e promoção do calendário de eventos culturais dos Açores.

A Agenda Cultural dos Açores está à disposição de todos os promotores culturais, de forma acessível e gratuita. Para utilizar esta agenda, como meio de divulgação, contacte-nos através do e-mail agenda.cultural@azores.gov.pt ou do telefone nr. 295 403 000 (Direção Regional da Cultura - Centro de Conhecimento dos Açores).

A Secretaria Regional da Educação e Cultura/Direção Regional da Cultura não se responsabiliza pelas alterações, adiamentos ou cancelamentos de eventos divulgados através da Agenda Cultural dos Açores, que decorram de imprevistos e/ou incumprimento por parte dos promotores na atualização da informação sobre os mesmos.